MARQUINHOS XAVIER ANALISA DESEMPENHO DO BRASIL DIANTE DO MARROCOS

27/09

/2021


Treinador da Seleção Brasileira de Futsal voltou a elogiar o trabalho coletivo da Canarinho na Copa do Mundo FIFA

Copa do Mundo

Por Assessoria de Imprensa CBF • Kaunas | LIT


A Seleção Brasileira de Futsal carimbou a vaga para as semifinais da Copa do Mundo FIFA, na manhã deste domingo (26), com uma vitória por 1 a 0 diante do Marrocos. Depois de mais um jogo de tirar o fôlego do torcedor, o técnico Marquinhos Xavier voltou a elogiar o desempenho coletivo do Brasil. “Não é novidade para ninguém que a gente sempre sofre aqui dentro, quem pratica esse esporte, quem vive disso, está sempre com o resultado na mão e daqui a pouco ele te escapa. Então, passar por esses momentos do jogo faz parte sim. Mas eu acho que o Brasil está entendendo a necessidade de ser mais coletivo. Nosso principal jogador aqui nessa Copa do Mundo tem sido o trabalho coletivo. A gente tem falado muito sobre isso e ontem inclusive a tônica da preleção foi essa: vamos apaziguar o coração da gente, porque o mundo todo sempre quer que a gente seja brilhante individualmente e esses meninos entenderam que não, que eles não têm que ser o que são nos clubes, têm que ser coletivo, essa é alma da nossa Seleção”, avaliou o treinador. E no confronto deste domingo, foi justamente o jogo do Brasil sem a bola que fez a diferença nos 40 minutos e ajudou a Canarinho a voltar a disputar uma semifinal de Mundial. “Eu acho que hoje mesmo com o placar 1 a 0, nós conseguimos controlar o adversário, mesmo o adversário tendo a posse de bola, o que é muito difícil. Às vezes você consegue controlar tendo a posse, mas controlar sem a posse é um desafio contra uma equipe que movimenta muito bem, tem um jogo muito organizado, e isso foi importante”, encerrou. Dando sequência na corrida pelo hexacampeonato da Copa do Mundo FIFA de Futsal, a Seleção Brasileira volta a quadra na próxima quarta-feira (29), às 14h (de Brasília), em Kaunas. O adversário do Brasil nas semifinais sairá do confronto entre Argentina e Rússia.

2 visualizações0 comentário